Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Whatever I want

Whatever I want

Ano passado

23.04.16 | nayta

Ao fim de um ano... 

Um ano que passou desde que falámos a ultima vez. Tantas questões, tanto sofrimento,tantas lágrimas, tanta esperança que deu em nada. Mantenho a ideia de que vivi grandes dias nessa altura. Foi tão pouco tempo, mas tão intenso! Foste o primeiro desde o fim do meu "grande" relacionamento, não poderia esperar outra coisa... marcaste a minha vida sim e se eu pensava que já não me afetavas de modo algum, estava profundamente enganada. Coisas estranhas eu sinto por ti! Não te amo !! Longe disso, mas estar contigo fez-me relembrar os bons dias em que saíamos e atrofiavamos até à exaustão! Foi bom, muito bom. E por isso não quero, de todo, estar muito contigo! São coisas incontroláveis (as memórias), mas é bem controlável o que faço. Gostei de sentir aquela química parva entre nós, até porque quando se está com alguém que não nos faz sentir assim, é complicado não gostar, mas não irá passar disso. Gosto de ti e jamais ficarei com ressentimentos e serei sempre aquela amiga que te ouvirá sempre que precisares ;) 

Obrigada por tudo, até pelo que de mal fizeste. Com isso aprendi que as pessoas não são sempre aquilo que parecem ser. Aprendi que não posso confiar a 100% em ninguém... nem em mim posso confiar pelos vistos. Não sei controlar os meus pensamentos e sentimentos! A vida encarrega-se de tomar conta de mim basicamente... a vida decide tanta coisa! Mas quem será a vida?!