Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Whatever I want

Whatever I want

Introspeção

10.12.13 | nayta

Fazendo-me uma introspeção deparo-me com esta situação:

Uma parte de mim está num ponto de equilíbrio tal que me deixa descontraída e numa paz espiritual, mas outra... outra anda nas confusões do passado que me perseguem até ao mais profundo inconsciente. Não há nada que me faça apagar este passado tão querido e tão mau ao mesmo tempo. Pensei que já tinha passado e ultrapassado esta esperança e este mal que me persegue, até porque, há coisas que nunca voltam e não posso ficar, eternamente à espera, tendo eu, um presente com tantas oportunidades e com tantas boas razões de estar bem. 

Quero, apenas, que tudo o que já aconteceu, não interfira mais com o meu bem estar. Quero ser livre de mim própria !Não quero que o meu inconsciente me traga coisas que, ao nível espiritual, me faz mal !

 

 

* Podes ser tudo o que há de mau, mas eu terei sempre um afeto especial por ti... nos meus sonhos a nossa amizade nunca acabou e isto faz-me manter uma esperança de que algum dia, vou-te poder abraçar de outra vez. Podes não ser como eras, mas independemente daquilo que em que te tornas, vais ser sempre a pessoa que mais falta me faz. Um beijinho de saudade para ti x:   *

Com isto, só peço que alguém seja, no mínimo, tão importante para mim como tu foste e és... sinto-me desamparada, neste mundo tão cheio de maldade e falsidade, sem ti.