Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Whatever I want

Whatever I want

problemas globais/pessoais

03.03.15 | nayta

Há gente que passa fome no mundo, como também há gente que come demais. Muita gente pensa: o que são os meus problemas em relação aos que passam dias sem comer? Até eu penso ou pensava assim. Mas estamo-nos a desvalorizar porquê? É lógico que todos temos problemas e dependendo do nível de vida, assim temos o nível de preocupações e problemas! Eu neste momento tenho problemas. Se são graves? Não! Não são os mais graves, mas tenho-os! E o problema é que não tenho como os resolver, pois o meu problema é não ter alguem que me mostre todos os dias que estou cá por algum motivo! É muito triste quando se espera demasiado do que não deve ou de quem não deve... Nós devemos ser nós próprios e arranjarmos a nossa propria maneira de encarar a vida sem ter que "utilizar" alguem para frutos disso. A verdade é que esse é que é o meu mal! Querer ter alguem que me proteja e me dê razões para enfrentar o stress do trabalho, o stress do dia a dia. Quando penso que conheci alguem suficientemente capaz de ser para mim aquilo que idealizo há muito tempo, rapidamente me conseguem mostrar que só há dois tipos de pessoas : eu e resto! São todos colones uns dos outros! Todos querem é "matar a fome e esvaziar a barriga"! Querem só e apenas agradarem-se a si próprios nunca pensando no que podem estar a estragar ou quem podem estar a magoar. Confiei tanto que acabei por ser estupidamente burra ao quadrado! Agora penso que primeiro estou eu e o meu bem estar e depois os outros! Quem quiser virá procurar , irá insistir! Para burros ja bastam os tantos animais que há com esse nome.