Quinta-feira, 6 de Outubro de 2016

Quando menos se espera (reviver o passado)

Foi à beira mar, que o clima se desenrolou...

Uma toalha para duas pessoas...

Um vento de arrepiar...

Sentir o teu respirar tão perto da minha cara, sentir o calor do teu corpo no meu, sentir o teu cheiro...tudo estava encaminhado para que um beijo se desenrolasse naquele momento. Ambos queriamos, mas ambos esperámos que o outro desse o passo em frente. Respeito? Medo? Teimosia? Não sei ! Só sei que nesse momento não houve o beijo que já desejava à tanto ... Foi uma sensação tão mágica.. sentir aquele teu respirar tão próximo do meu. 

Sei que tu e eu foi só um grande fracasso, mas foste o melhor fracasso da minha vida! Vivi tão feliz e intensamente contigo e não me arrependo NUNCA em te ter conhecido, em te ter entregado o melhor que posso dar de mim, o meu coração! Não me arrependo em nada te ter dado uma segunda oportunidade! Porque tu fizeste-me tão bem, ensinaste-me tanta coisa. Cresci como pessoa, contigo! És o meu grande fracasso, mas nunca o meu erro! Erros são para nunca mais se voltarem a repetir e eu repetia a nossa história vezes sem conta, até ao fim das nossas vidas.

Amo-te por seres o meu homem! O homem que me vai fazer encontrar alguém digno de eu amar sem medos e sem limites, és o homem que me mostrou o que é realmente amar incondicionalmente e o que é amar sem limites! Porque eu amo-te sem limites e isso não irá mudar! Venha quem vier serás o meu eterno amor proíbido e impossível de viver... mas sabes? Já não fico triste ao pensar que é um amor "impossível", apenas sou feliz ao pensar que o tive e que foi maravilhoso. Digo impossível entre aspas porquê? Porque para mim nada é impossível, mas foi a melhor maneira de designar este sentimento.. 

Jamais me irei esquecer do nosso reenvolvimento, dos nossos momentos entre quatro paredes, do nosso momento entre as dunas daquela praia e muito menos me vou esquecer do nosso primeiro dia!

Um beijo de saudade para ti e de gratidão por me teres feito tão feliz... claro que me fizeste muitas vezes mal, mas de ti só quero guardar as coisas boas :) 

10.9.16

 

 

 

publicado por nayta às 22:12

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. A carta que nunca será en...

. Vida (im)perfeita ?!

. Quando menos se espera (r...

. Amar faz tão bem-mal

. Saudades que trago de ti

. Descontrolo de emoções

. Ano passado

. Queria...não querer...

. Ilusões

. Vontade de viver

.arquivos

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Abril 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Novembro 2014

. Agosto 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

.favoritos

. f*ckin perfect

. o que é uma alma sã presa...

. Vícios e desperdícios

. Desculpa! Hoje falei de t...

blogs SAPO

.subscrever feeds